Cumari Chili

Ark of taste
Back to the archive >

The species is part of the Capsicum genus, which encapsulates all spicy peppers; it also belongs to the Solanaceae family. Similar to cumari chili from Amazonas, it has one or more small white or purple flowers per nodule. It is highly popular with insects, who are the main responsibles for the pollination of its flowers, together with the wind and, occasionally, birds.
The fruits, which are highly pungeant, are small, roundish, about 1 cm in length and 0.5 in width.
When they reach maturity, between January and February, they have a red color and can be easily picked. This chili is very popular with bees, which are not sensitive to the heat of the fruit and disperse the seeds. However, it is not necessary to wait until they ripen to eat them: They are often consumed pickled when green. This practice is very common because of a post-harvest problem: they are delicate and quickly start decomposing.

Cumari is part of the food culture heritage of the Center-West Region, and has a strong relation with the gastronomy of the State of Goias. The increasing deforestation of the Brazilian Cerrado and the high perishability puts this species at risk of becoming extinct. It is now common that pickled chilies are replaced with industrial chili sauces, whose main ingredients are not part of one of the most degraded biomes of the world.

Back to the archive >
A espécie faz parte do gênero Capsicum, que agrupa todas as pimentas ardidas; pertence, também, à família das Solanáceas. Similar a pimenta cumari presente na Amazônia, apresenta duas ou mais flores por nó e sempre possuem tamanho pequeno, nas cores branca ou roxa. Muito procurada por insetos, a polinização das flores se dá principalmente por esses animais e pelo vento, ocasionalmente ocorrendo também por aves.
Os frutos, de forte pungência, são pequenos e apresentam formato arredondado, de aproximadamente 1 cm de comprimento e 0,5 cm de largura.

Quando atingem o amadurecimento, entre janeiro e fevereiro, apresentam a cor vermelha e podem ser descolados facilmente da planta. Essa espécie de pimenta é muito procurada por pássaros, que são inertes ao ardor dos frutos e realizam o trabalho de dispersão das sementes. Porém, não é preciso aguardar o amadurecimento dos frutos da pimenteira para consumi-los: eles geralmente são consumidos ainda verdes em formato de conservas. A prática é potencializada por um constante problema pós-colheita: delicados, os frutos entram em rápido processo de decomposição.

A cumari faz parte da herança cultural alimentar da região Centro-Oeste e tem uma forte relação com a gastronomia regional do Estado de Goiás. O crescente desmatamento do Cerrado brasileiro e a alta perecibilidade coloca essa espécie de pimenta em risco de extinção. Em restaurantes, é comum ver as pimentas em conserva darem lugar a molhos de pimenta industrializados cujo ingrediente principal não faz parte de um dos biomas mais degradados do mundo.

Territory

StateBrazil
Region

Goiás

Minas Gerais

Paraná

Production area:Cerrado and Atlantic Forest

Other info

Categories

Spices, wild herbs and condiments

Nominated by:Luciano de Bem Bianchetti